quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Ser professor...

Depois de um tempo sem colocar nenhum post voltei!...
Mas hoje apenas vou partilhar um texto, ou poema... chamem-lhe o que quiser... mas é interessante!

Ser professor é ser artista, malabarista,
Pintor, escultor, doutor,
Musicólogo, psicólogo.
É ser mãe, pai, irmã, avó,
É ser palhaço, estilhaço, espantalho, bagaço,...
É ser ciência e paciência...
É ser informação, é ser acção.
É ser bússola, é ser farol.
É ser luz, é ser Sol...
Incompreendido? MUITO...
Defendido? NUNCA...
O seu filho passou?...
Claro é um génio.
Não passou?
O professor não ensinou.
Ser professor...
É um vício ou uma vocação?
É outra coisa...
É ter nas mãos o mundo de amanhã.
Amanhã
OS alunos vão-se...
E ele, o mestre de mão vazias,
Fica com o coração partido.
Recebe novas turmas,
Novos olhinhos ávidos de cultura
E ele, o professor
Vai desejando com toda a ternura
O saber, a orientação
Nas cabeças novas que amanhã
Luzirão no firmamento da pátria.
Fica a saudade...
A amizade...
O pagamento real?
Só na eternidade!

Autor desconhecido

3 comentários:

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


Passem por aqui.


SAUDAÇÕES.

Sofia disse...

Não podia estar mais bem escrito reflecte tudo o que a profissão de educador/professor é...nas nossas mão reside o futuro...nas nossas mãos está a esperança de um futuro mais brilhante que este...e é também em nós que as crianças vão beber um pouco de sabedoria...e é também com nós que elas vão crescer...e é também com nós que aprenderão a viver...

Fica bem bom trabalho e bjs doces

Anónimo disse...

se vos professores lessem este poema e refletissem bem no que lá esta escrito, teriam muito a ganhar, em vez de andarem a servirem de capachos de meia duzia de especie de politicos e segui-los como caesinhos obedientes mas que tem que andar de trela para fazerem mesmo o que eles querem.
Assim nunca respeitarão os alunos nem por eles serão respeitados. no meu tempo o professor era o meu segundo Pai ou Mae.